domingo, 3 de julho de 2016

Cuidado olhinho no que vê!

 Desde pequena escutava a musiquinha do cuidado olhinho no que vê, cuidado boquinha no que fala, e nunca entendia o que realmente essa música passava. 
Lembro que minha mãe falava: “cuidado com seus olhos, pois eles são a portinha da sua mente”, e hoje eu entendo a tamanha verdade que ela me dizia.
Hoje eu sei o quanto nossos olhos dizem sobre nós, o quanto nossos olhos falam quem somos por dentro e o que temos em nossa mente e coração. 
Aquilo que procuramos ver, é aquilo que alimenta nosso eu. Antes eu não entendia, e me perguntava: “como assim eu posso controlar os meus olhos? 
Não seria algo impossível?” Não, não é impossível. Talvez não possamos controlar aquilo que vemos diante ao mundo, mas podemos evitar muitas coisas se entendermos que precisamos vigiar sobre isso. Santidade nasce através de nós, é um escolha nossa. 
A palavra diz em Mateus 6:22 que nossos olhos são a lâmpada do corpo. Se temos olhos bons, nosso corpo será pleno de luz. Mas se eles forem maus a luz que estará em nós são trevas. E muitas vezes não entendemos que olhos maus são sim todas as vezes que escolhermos ver coisas que não vão de encontro com o que agrada a Deus. 
É pecado e ponto. Se queremos ser santos precisamos fugir de tudo aquilo que leva que nossos olhos e mentes pequem. E é justamente nas mínimas coisas do nosso dia a dia que precisamos estar atentas, porque o pecado não vem através de algo feio, muito pelo contrário, ele vem através de uma foto muitas vezes sensual, um vídeo, uma conversa... Coisas que achamos normais porque para o mundo hoje tudo é normal, mas que não agrada a Deus. Hoje eu entendo que meus olhos realmente são as portinhas da minha mente, e que eu preciso tranca-las para que só entre coisas que só me edifiquem. Que seja o anseio do nosso coração crescemos em santidade. 
Não adianta estarmos vomitando santidade, se vivemos aceitando as praticas do mundo e muita vezes curtinho e compartilhando coisas que não edificam e muitos menos nos traz para perto do Senhor. Precisamos fugir do pecado, e de qualquer coisa que nos leve a pecar. Que seja nossa escolha diária agradar o Senhor. Amém?

O poder de encorajar o seu cônjuge

O incentivo deve ser uma parte regularmente praticada de um casamento saudável - palavra-chave:  praticada  .  O bom incentivo é julgad...