segunda-feira, 3 de abril de 2017

UM DESÍGNIO INCOMUM EXIGIRÁ UMA PAIXÃO INCOMUM


Paixão é desejo. Isso inclui o desejo de mudar, servir e atingir um objetivo. Homens que tiveram grande sucesso possuem grande paixão pelo seu desígnio. Eles são consumidos e obcecados por isso. Essa paixão queima dentro deles como fogo. Nada mais importa para eles além das instruções de Deus para sua vida. Isaías era um apaixonado. Porque o Senhor JEOVÁ me ajuda, pelo que me não confundo; por isso, pus o rosto como um seixo e sei que não serei confundido (Isaías 50.7). 

O apóstolo Paulo era um apaixonado, irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam e avançando para as que estão diante de mim, prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus (Filipenses 3.13,14). Jesus era um apaixonado por completar Seu desígnio na terra. Olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus. 

Considerai, pois, aquele que suportou tais contradições dos pecadores contra si mesmo, para que não enfraqueçais, desfalecendo em vossos ânimos (Hebreus 12.2,3). Você foi instruído a desenvolver uma paixão pela Palavra de Deus. O Senhor falou a Josué sobre a Lei e o instruiu:
Tão-somente esforça-te e tem mui bom ânimo para teres o cuidado de fazer conforme toda a que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que prudentemente te conduzas por onde quer que andares. Não se aparte da tua boca o livro desta Lei; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme tudo quanto onde está escrito; porque, então, farás prosperar o teu caminho e, então, prudentemente te conduzirás. Josué 1.7,8

Então, entre na presença do Senhor hoje. Programe um tempo habitual no Lugar Secreto. Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará (Salmo 91.1). Na presença de Deus, sua paixão por Ele crescerá de uma pequena semente para uma enorme árvore. Relacionamentos errados enfraquecerão sua paixão por seu desígnio e por Deus. Recentemente, fui a um jantar com vários amigos após o culto. 

Em uma hora, a discussão voltou-se para problemas com as pessoas, dificuldades financeiras e murmurações. Embora tivesse saído do culto muito alegre, algo começou a morrer dentro de mim. Enquanto eles discutiam suas dificuldades e o quanto estava complicado atingir seus objetivos, senti que meu "fogo" começou a apagar. Paulo nos avisou sobre estas associações. Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes (l Coríntios 15.33). 

Proteja o dom da paixão que há em você e mantenha seu foco a cada minuto. Seja impiedoso com as distrações e alimente a imagem do seu objetivo continuamente. Vigie os quatro inimigos da paixão: fadiga, ocupação, ativismo e o fato de colocar Deus por último em sua agenda diária. Lembre-se: um desígnio incomum exigirá uma paixão incomum.

-Dr. Mike Murdock


SEU DESÍGNIO PODE DEPENDER DA CONFIANÇA INCOMUM E COMPLETA EM UM HOMEM OU UMA MULHER DE DEUS

Você tem de confiar em alguém. E verdade que não pode ser em qualquer um. Certamente não pode confiar em todo mundo todos os dias. Mas,...