segunda-feira, 15 de maio de 2017

SUA UNÇÃO PARA SEU DESÍGNIO PODE GERAR GRANDE CONDENAÇÃO E DESCONFORTO AOS OUTROS


Seu desígnio exigirá uma unção especial. A unção é o poder de Deus dado a nós para remover fardos e jugos de cativeiros existentes em nós mesmos e nos outros.
12 fatos importantes para entender a unção do Espírito Santo em sua vida:

1. A unção que atrai alguns sempre aliena outros. Jesus explicou isso: Não cuideis que vim trazer a paz à terra; não vim trazer paz, mas espada; porque eu vim pôr em dissensão o homem contra seu pai, e a filha contra sua mãe, e a nora contra sua sogra. E, assim, os inimigos do homem serão os seus familiares (Mateus 10.34-36). Sua obediência ao Espírito Santo sempre atrairá ou afastará os outros.

2. A unção em você forçará os outros a tomarem decisões. Algumas vezes, serão as que eles não querem tomar ou expor (leia Atos 7.54-59; 24.24,25).

3. O Espírito Santo usa a Palavra de Deus como uma força que exige resposta. Porque a palavra de Deus é viva, e eficaz, e mais pé' netrante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até à divisão da alma, e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração. E não há criatura alguma encoberta
diante dele; antes, todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos daquele com quem temos de tratar (Hebreus 4.12,13).

4.0 Espírito Santo é um inimigo para toda a carne. Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito, contra a carne; e estes opõem-se um ao outro; para que não façais o que quereis (Gaiatas 5.17).

5. A unção que há em você pode intimidar pessoas em posição de liderança e poder. Isso aconteceu com o apóstolo Paulo: Alguns dias depois, vindo Félix com sua mulher Drusila, que era judia, mandou chamar a Paulo e ouviu-o acerca da fé em Cristo. E, tratando da justiça, e da temperança, e do Juízo vindouro, Félix, espavorido, respondeu: Por agora, vai-te, e, em tendo oportunidade, te chamarei (Atos 24.24,25).

6. A unção pode gerar problemas quando outros forem intimidados por ela. A que Paulo tinha foi tão intimidadora que Félix o deixou preso (Atos 24-27).
O livro de Atos está repleto de biografias de campeões. Estêvão foi um deles. Ele estava cheio de fé e poder, e fazia grandes milagres e maravilhas entre o povo. De fato, ninguém poderia debater com esse servo de Deus com sucesso. E levantaram-se alguns que eram da sinagoga chamada dos Libertos, e dos cireneus, e dos alexandrinos, e dos que eram da Cilicia e da Ásia, e disputavam com Estêvão. E não podiam resistir à sabedoria e ao Espírito com que falava (Atos 6.9,10). 

A unção de Estêvão incitou grande ira nos religiosos. Eis o plano de retaliação deles: agitaram as pessoas, os anciãos e os escribas; foram até Estêvão, capturaram-no, levaram-no ao conselho e usaram falsas testemunhas. Constate tais fatos em Atos 6.12-15. Durante o tempo em que Estêvão falava, a Bíblia declara que os religiosos, os quais olhavam para ele, contemplando-o, viram o seu rosto como o rosto de um anjo (Atos 6.15). Aquele servo do Senhor lhes falou a respeito de Abraão, José e Moisés, e ainda os lembrou de Salomão. Quando disse que eles estavam resistindo ao Espírito Santo, registra a Escritura Sagrada:

E, ouvindo eles isto, enfureciam-se em seu coração e rangiam os dentes contra ele (Atos 7.54). 7. A unção é a recompensa pelo comprometimento com Deus e a busca por Ele. Um compromisso sempre nasce de uma convicção, e sua obediência gera inimigos. E odiados de todos sereis por causa do meu nome; mas aquele que perseverar até ao fim será salvo. Não é o discípulo mais do que o mestre, nem é o servo mais do que o seu senhor (Mateus 10.22,24).

8. A unção pode aumentar poderosamente, de forma que você possa ver coisas acontecendo no mundo vindouro. A unção sobre Estêvão era tão poderosa que ele viu o Paraíso. Mas ele, estando cheio do Espírito Santo e fixando os olhos no céu, viu a glória de Deus e Jesus, que estava à direita de Deus, e disse: Eis que vejo os céus abertos e o Filho do Homem, que está em pé à mão direita de Deus (Atos 7.55,56).

9. A unção pode enfurecer os outros e provocar um ataque contra você. Isso ocorreu com Estêvão. Mas eles gritaram com grande voz, taparam os ouvidos e arremeteram unânimes contra ele. E, expulsando-o da cidade, o apedrejavam. E as testemunhas depuseram as suas vestes aos pés de um jovem chamado Saulo. E apedrejaram a Estêvão, que em invocação dizia: Senhor Jesus, recebe o meu espírito. E, pondo-se de joelhos, clamou com grande voz: Senhor, não lhes imputes este pecado. E, tendo dito isto, adormeceu (Atos 7.57-60).
• A unção não atrai todo mundo. 
• A unção intimida. 
• A unção enfurece e agita.

10. A unção é a santa presença e o poder de Deus, que forçam a natureza pecadora do homem a ser revelada.

11. A unção é a luz que mostra onde a escuridão está escondida. Nem ainda as trevas me escondem de ti; mas a noite resplandece como o dia; as trevas e a luz são para ti a mesma coisa (Salmo 139.12).

12. A unção é o conhecimento de Deus que expõe a ignorância e o erro ao seu redor. Porque a palavra de Deus é viva, e eficaz, e finais penetrante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até à divisão da alma, e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração (Hebreus 4.12). Mais do que qualquer outra coisa em toda a sua vida, o inferno tem medo da unção que lhe dá poder para completar seu desígnio. Tenho visto isso acontecer inúmeras vezes em minha vida e meu ministério. 

O Espírito Santo desenvolveu em mim uma obsessão pela sabedoria de Deus. Existem três áreas sobre as quais o Senhor trouxe uma revelação maravilhosa ao meu coração. As três prioridades da vida são: o Espírito Santo, o desígnio e a semente.
As três prioridades da vida:

• O Espírito Santo — Alguém que está andando com você. 
• O desígnio — A resolução do problema para o qual você foi criado. 
• A semente — Qualquer coisa que você tem criado para gerar seu futuro.

Tenho falado muito sobre essas prioridades na televisão cristã ao redor dos Estados Unidos. É obvio que a programação cristã é desprezada pelo inferno, pois trouxe ao mundo uma consciência sobre Jesus que centenas de anos de pregações na igreja não trouxeram. 

Satanás tentou usar a TV como uma arma para destruir os cristãos, mas Deus usa-a para aniquilar os planos do diabo. Ela é a maior ferramenta de comunicação desta geração. Existe uma guerra sendo travada sobre as ondas aéreas a cada minuto todos os dias. Frequentemente, viajo milhares de quilômetros com o apoio do ministério da televisão. 

Quando auxilio e ministro, sempre compartilho com os parceiros daquele grupo e conto meu testemunho de como o Senhor usou minha semente para gerar colheitas de bênçãos sobre minha vida. Peço aos telespectadores que liguem para a emissora e façam votos de fé. Isso possibilita que o ministério continue curando pessoas feridas naquela área. No entanto, não gosto de ficar longe da minha casa, nem de viajar para todo lugar. 

Se Deus não estivesse envolvido, possivelmente, eu não deixaria meu lar pelo resto da minha vida. Viajei milhões de quilômetros nos últimos 30 anos de ministério. Dormi em hotéis estranhos, comi comida de todo tipo. Contudo, fiz isso porque amo a obra do Senhor, os ministérios de TV, e amo ajudar as pessoas a alcançarem seus sonhos e objetivos. 

Quando ensinei sobre a semente, recebi cartas de ódio, de crítica, e comentários que deixariam qualquer homem em farrapos. A crítica, às vezes, deixava-me tão irado que eu queria "tirar férias de Deus" por alguns meses e lidar com as pessoas diretamente! Por que essas críticas acontecem? Por que alguém criticaria um homem de Deus que encoraja indivíduos a pegarem uma porção daquilo que o Senhor lhes deu e devolverem a Ele, para, assim, verem o Nome de Jesus ser exaltado na Terra?

• A unção condena. 
• A unção exige. 
• A Verdade corrige.

Quando alguém ensina você a dar, o deus da ganância é exposto e forçado a emergir. Aquele telespectador irado não foi forçado a assistir-me. Ninguém o coagiu a ouvir meus ensinamentos. Então, por que ele não assistiu a alguma outra programação?

• A unção tem um magnetismo. 
• Ela atrai tanto os que odeiam a Verdade quanto os que a amam. 
• Ela divide. Homens são forçados a avaliar a Verdade.

Há muitos anos, um importante evangelista do ministério de cura quis construir um grande centro de cura e saúde. Você pensaria que milhares de médicos ficariam entusiasmados, pois um homem de Deus estava ajudando-os a "sarar doenças". 

A reação oposta aconteceu. Como bilhões de abelhas, eles vieram em multidão lutar contra o trabalho daquele evangelista. As críticas, que pareciam as "Cataratas do Niágara", ameaçavam a grande visão que Deus deu a ele. Aquilo que o estimula causa ira aos outros. Aquilo que agrada a Deus provoca ira em Satanás. 

Por isso, é tão essencial saber exatamente qual é o seu desígnio. Quando Deus revelar o chamado dele para sua vida, permaneça na presença dele até que essa consciência se torne inalterável, indubitável em seu coração. Você só resistirá se estiver realmente convencido sobre seu desígnio. 
Lembre-se: sua unção para seu desígnio pode gerar grande condenação e desconforto nos outros.

-Dr. Mike Murdock - Livro - O Designio


O poder de encorajar o seu cônjuge

O incentivo deve ser uma parte regularmente praticada de um casamento saudável - palavra-chave:  praticada  .  O bom incentivo é julgad...