sexta-feira, 11 de agosto de 2017

As Colunas Que Sustentam o Fracasso Conjugal

Resultado de imagem para casal em crise



As Colunas Que Sustentam o Fracasso Conjugal
“Honrado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula.” (Hebreus 13.4a)
O fracasso não aparece de uma hora para outra. Ele vai crescendo, encontrando apoio, colunas para se sustentar:
1* Comunicação contraditória:
A boca diz uma coisa, a atitude outra.
Boca: “Meu amor, pode viajar!!”
Olhos: “Eu não quero que você viaje”

Tipos de comunicação: – Verbal (palavras) ou não verbal (atitudes, gestos, tom de voz, expressões faciais, etc). Tais contradições trazem desconfiança, desconforto, duvida, e crise. Se as palavras não andam junto com as atitudes, já vemos um sinal de problema.
2* Atitude defensiva:
Nós querermos ser tocados nas intimidades, anseios, fraquezas. No casamento temos que estar prontos a mudar este paradigma. Erros comuns:
– Dificuldade em fazer confidências (ex: o que vi na praia)
– Esconder-se dentro de si mesmo, permanecendo distante emocionalmente.
– Afastar-se do companheiro (manter-se distante)
– Atacar para se defender.

3* Conflitos inter-pessoais:
O que é certo para mim é errado para ela, e vice versa. Não saber lidar com as diferenças gera terríveis crises conjugais.
Exemplos:
– Cartão de credito é bênção durante a crise ou jamais devemos usá-los?
– Posso ou não posso ter talão de cheque?
– Televisão é um bom entretenimento ou não devemos tê-la em casa?
Você pode manter seus valores sem desrespeitar o de seu cônjuge.

4* Dinheiro:
Problemas financeiros podem causar stress, tensão, iniciando assim conflitos entre o casal. Algumas questões são levantadas pelos casais:
5* Influencia externas:
– Opiniões dos sogros e familiares.
– Amizades do marido ou da mulher.
– Crises e problemas dos parentes, trazendo tensão para o casal.
– Problemas profissionais.

6* Tédio e acomodação:
Com o tempo o casal cai na rotina, e a rotina faz desaparecer a alegria e o prazer da vida a dois, formando assim um relacionamento tedioso.
7* Perda do primeiro amor:
Neste estágio o casal vive não mais para o relacionamento, e sim para a “família”, o “status”, a “igreja”, os “filhos”, etc. Já não há mais romance.
CONSEQUENCIAS DE TAIS PROBLEMAS:
a) Brigas, crises e descontentamentos.
b) Afastamento (cada um vive sua vida) – perda de comunicação e intimidade.
c) Abandono do lar e divórcio.

MINISTRAÇÃO:
Juizes 16.29-30 – Sansão juntou todas as suas forças para destruir as colunas que representavam seu fracasso. Da mesma forma há esperança para seu casamento, agora que você conhece as colunas que sustentam o fracasso, derrube-as. Não permite que elas permaneçam de pé!



Quando achar que o amor está acabando, tente se lembrar de todos os motivos que fizeram você amar esse alguém um dia.

Então, aquela história bonita começa a ficar apenas na história e a realidade, distorcida pelo desgaste diário, começa a transformar am...